A escalabilidade da nuvem supera estimativas em 2020 | MAIS DADOS DIGITAL

A escalabilidade da nuvem supera estimativas em 2020

Segundo a Azzure, empresa de armazenamento em nuvem da Microsoft, a demanda por serviços em nuvem cresceu em quase 800% neste período de quarentena por conta do coronavírus. 

Este dado indica que, mesmo que guiados pelas adaptações repentinas cobradas pelo momento, o número de  empresas que estão se atentando para a transferência de seus moldes de gerência e de assegurar a proteção de dados está aumentando cada vez mais.

A pandemia originada pela irrupção do vírus que causa a COVID-19 gerou diversas consequências e exigiu medidas imediatas por parte das empresas, como a adoção do regime home office. Exemplo disso é o Reclame Aqui, maior site de reclamações do Brasil, que acaba de realizar a migração de todo o sistema financeiro para a nuvem, conseguindo assim que 100% de sua equipe trabalhe remotamente. 

Em tempo recorde, o Reclame Aqui conseguiu o feito de totalizar a migração em apenas 24 horas, por meio da solução em nuvem. Tal fato evidencia que a cloud computing garante continuidade dos serviços durante a quarentena.

Diferente dos sistemas antigos, que necessitam de redes de dados internos, sistemas cloud computing são desenvolvidos para funcionamento pela internet e podem ser acessados de qualquer lugar.

Outro dado que demonstra que o movimento do Reclame Aqui não é isolado, e que não deve apenas ao cenário de pandemia, é o anúncio feito, no início do ano, pelo site de vendas Alibaba.

Este vai investir US$ 28 bilhões em computação na nuvem – quase o dobro do valor aplicado até 2019 pelo e-commerce. E, mundialmente, é possível ainda citar várias iniciativas neste sentido, especialmente em países asiáticos como Japão e China.

Você sabe de mais algumas? Comente.

topo