COMMVAULT ACELERA NO BRASIL (FONTE: BAGUETE) | MAIS DADOS DIGITAL

COMMVAULT ACELERA NO BRASIL (FONTE: BAGUETE)

A Commvault está crescendo em ritmo acelerado na América Latina, tendo ampliado o faturamento em 50% no ano passado e com metas de seguir nesse ritmo em 2017, por meio de presenças diretas no México e Brasil.

No Brasil, a alta está sendo estimulada pela ampliação do canal de vendas, do qual participam 74 empresas hoje (o dobro de dois anos antes), com o objetivo de diversificar o tipo de soluções que a empresa vende no país.

“Estamos no meio de um reposicionamento da empresa, que no Brasil ainda é muito associada somente a backup de dados”, explica Bruno Lobo, que assumiu recentemente como novo country manager para o Brasil da multinacional.

O novo posicionamento da Commvault, que a empresa esteve promovendo durante a sua conferência anual nos Estados Unidos nessa semana, é ser mais do que um provedor de backup, fornecendo uma plataforma para gestão de dados.

Com a proliferação diferentes softwares consumidos como serviço, e a transferência de processos para nuvens, o aspecto de proteção e gestão de dados ganha outra dimensão, abrindo possibilidades para a Commvault.

“Nós já temos casos de migração de grandes volumes de dados de on premise para nuvens no Brasil e também de nuvem de volta para on premise”, afirma Lobo, destacando que a base de clientes da empresa no país passa de 500 nomes.

Lobo é um executivo experiente no nicho de mercado de proteção de dados: foi responsável por trazer a operação da Veritas para o Brasil e também gerente de vendas empresariais da divisão de Data Protection da EMC.

Além de Lobo, a empresa contratou recentemente Simone Aguiar para o cargo de gerente de distribuição e parceiros.

A executiva tinha o mesmo cargo na VMware e também acumula passagens por distribuidoras de tecnologia como Avnet e Officer.

Em nível global, a empresa também ganhou a um ano e meio um VP para América Latina, Mike Haugen (ainda que o executivo também tenha sob suas responsabilidades o Oeste dos Estados Unidos e uma linha específica de soluções).

“Nossos focos principais no momento são a área de energia, serviços financeiros e provedores de telecomunicações, incluindo provedores de serviços de data center”, revela Haugen.

topo