Como reduzir custos com NF-e?

 

Implantada para modernizar e acelerar o processo de emissão de notas fiscais no Brasil, a NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) é um modelo de documento fiscal no formato digital. Assinada eletronicamente pela empresa emissora, a NF-e substitui as notas tradicionais tipo A e A-1.

Além de significar um importante passo tecnológico para o Brasil, a implantação do sistema aumentou a agilidade do processo e reduziu custos em diversos setores. Confira alguns deles:

Redução de custos para as Administrações Tributárias:

-Redução de custos no processo de controle das notas fiscais capturadas pela fiscalização de mercadorias em trânsito;

-Diminuição da sonegação e aumento da arrecadação;

Redução de custos para a Sociedade:

-Redução do consumo de papel, com impacto positivo no meio ambiente;

-Incentivo ao comércio eletrônico e ao uso de novas tecnologias;

-Surgimento de oportunidades de negócios e empregos na prestação de serviços ligados à Nota Fiscal Eletrônica.

-Redução de erros de escrituração devido a erros de digitação de notas fiscais;

-Incentivo ao uso de relacionamentos eletrônicos com fornecedores (B2B);

Redução de custos para o Contribuinte Vendedor ( Emissor de NF-e):

-Redução de custos de impressão;

-Redução de custos de aquisição de papel;

-Redução de custos de envio do documento fiscal;

-Redução de custos de armazenagem de documentos fiscais;

-Redução de tempo de parada de caminhões em Postos Fiscais de Fronteira;

-Incentivo a uso de relacionamentos eletrônicos com clientes (B2B);

(Fonte: http://www.nfe.fazenda.gov.br/ )

A equipe maisDADOS Tecnologia oferece um serviço online de armazenamento de NF-e que auxilia no processo de busca destes documentos além de assegurar que os dados fiquem armazenadas pelo período indicado pela legislação (cinco anos).

Ficou interessado? Clique aqui e entre em contato conosco.

topo